A costura como herança, o cuidado entre linhas e a criatividade entre os dedos. A Com amor, Dora nasceu pela simples vontade de colocar a minha costura no mundo de uma forma criativa, colorida e aconchegante.

Dora

21 de julho de 2014

Tinder: o lado engraçado da história.

Só pra você saber minha vida mudou depois do Tinder (pausa para o drama). Eu me pergunto como minha caminhada na estrada da solteirice existia sem esse troço mágico que chamo de “app do amor líquido na pós-modernidade”. Mas isso é só pra você saber, só pra você. Não quero me delongar ou escrever um texto cheio de análises sociológicas a cerca de tema tão vasto e nada romântico: flertar descaradamente avulsos pelo celular. Vou aqui contar uns casos, listar os bofes clichês, dar dicas de interação e influenciar você, minha amiga ou amigo, a usar esta benção (chamada Tinder) na sua vida. Amém!

Só pra começar o que eu achei de boy conhecido não tá no gibi, todos eles ali com suas fotos enganadoras, suas carinhas de santos e muito charme para dar, vender e enganar as cats. Dá vontade de sair avisando: não dá match nesse que é cilada, amiga. Acho que vou criar um tumblr (tá na moda) com os boys magia negra de Salvador a serem deixados de lado no mundo luxurioso do tinder. Só que o mais engraçado é que morrerei na dúvida se esses boys já me viram ali, eu que um dia fiz parte da sua vida, nem que tenha sido por um dia e se daria em alguma coisa um coração verde houvesse sido dado, mas enfim, deixa os boy cilada pra trás.

Outra coisa MUITO ENGRAÇADA: achar amigos perdidos por lá. Você olha a cara daquele nigrinho e pensa: o que é que fulano de tal tá fazendo aqui, jesus?! Vai estudar, lavar a louça ou algo mais produtivo. Mas eu me planto e fico quietinha, sabe de nada inocente. Quando são os amigos tudo bem, mas e os estranhos extremamente avulsos?! Fico com medo de sair na rua e todo mundo olhar pra mim e pensar: olha a menina do tinder, hummm, ai ai. Que vergonha, minha gente. Mas isso é empoderamento feminino, é a nossa vez de dizer quero x não quero esse boy, tal boy, y boy. Vamos às situações chaves, as histórias que consegui em uma semana de Tinder:

Meninas, lá tem muuuuuito boy magia, é um mundo de homens lindos, sorridentes, cheios de músculos e proteína vencida. Tem de um tudo lá, para todos os estilos, gostos e interesses. Tem o pagodeiro com corrente de ouro no pescoço, boy secreto sem foto ou com foto do abdômen super definido, e o rostinho que é bom (e importante) ele não mostra; tem boy mentiroso com foto na frente de carrões e lanchas que você tem certeza que é do amigo, chefe ou vizinho, tem o boy viajante que só postam fotos na Disney, Veneza, Lisboa e Capão; tem também aqueles que são casados, com filhos, postam foto da família inteira e ainda escrevem no perfil: sou casado, e bem casado. Chocada! Então o que você tá fazendo aqui meu filhoooooo?! Será que disseram pra ele que o tinder é o substituo do Orkut, só pode. Cada uma, viu. Mas também vem o lado bom, o lado legal e frutífero dos perfis verdadeiros e atrativos: os boys sincero. Boy vida real é aquele que posta foto de perfil, 3×4 e sempre tá com amigos, cachorro (conquista a mulherada na hora) ou a mãe/irmã/melhor amiga, e ainda por cima, escrevem coisas engraçadinhas no perfil ou apenas deixam uma frase de efeito e te deixa cheia de curiosidade, ou letra de música foda, enfim, o boy real. Interesses em comum, amigos em comum, tudo em comum, par perfeito, vamo casar já.

Sim, uma situação é achar aquele amigo da sua amiga perdido por lá e rola uma combinação instantânea: como assim, o boy nunca mostrou interesse antes, e agora tá aqui?! Fica o clima tenso, nenhum dos dois tem coragem de mandar mensagem e a coisa fica por ali. Melhor, mais seguro guardar a amizade, né amica. Quando você combina com um boy que é amigo de todos os seus amigos e vocês NUNCA se viram?! Daí você começa a repensar sobre suas amizades: como Maria não me apresentou esse boy antes?! Eu precisei entrar no tinder pra saber que Joãozinho existe. E ainda dizem que Salvador é uma cidade grande, risos.

Para lidar com o tinder você precisa ter uma noção de administração, negócios e marketing. Mas vamos falar sério agora, tá bem. Senta que lá vem a moral da história:

Uma amiga me deu a ideia cheque e instalei o app no celular, desfrutei e ainda desfruto dos matchs e boys lindos que os meus olhos podem ver e sentir, mas chega uma hora que cansa, os boys deixam de ser tão interessantes assim; você percebe que alguns deles vivem uma mentira naquele mundo ali e muitas meninas caem na história da carochinha de príncipe encantado, bombado e tatuado. Se você estiver a fim de curtir, gastar e se aventurar se joga com fé, amica! Lá é o lugar certo, mas vamos criar uma listinha de critérios né?! (e nunca, eu disse nunca, responda as msgs de imediato, dê um tempo e faça charme e se quiser vá para a segunda fase do game no whatsapp). Mas será que dá pra achar alguém legal, divertido e fofo no tinder, aquele boyzin com cara de menino bom, coração mole e tudo mais?! Dá, ele existe, tem nome e um péssimo gosto musical. Eu posso ter dado um tiro no pé, no meu pé de bela adormecida que dormiu no ponto, mas não podia de deixar a minha experiência entregue as moscas.

Só mais uma história engraçada, pode?! Então, dia desses tava lá zoando no tinder e achei um cara ultra estiloso, achei interessante e vamos lá: oi, como vai, tudo bem?! Respondi cheia de charme: Oi, tudo sim e você?! Dias se passaram e nada, o boy não havia respondido. Deixa estar. Daí veio a bombaaaaaaaaaa: Dora, você não lembra de mim?! Amigo de x, y e z. Não me reconheceu, né?! CHOCADA! Na hora meu mundo caiu e despenquei na risada, não acreditava que o boy tinha mudado tanto; ele fez parte da minha fase punk rock hardcore na capital baiana, ó Deus.

Enfim, essa foi a minha experiência com o aplicativo mais legal de todos os tempos. Quem puder e quiser se divertir, achar uns paqueras e até procurar romance, é pra lá que você deve ir: tinderland.

Links legais:

Para rir e chorar:  https://www.facebook.com/tinderperolas

Para saber mais e não pagar mico: http://tioique.com/2014/03/23/5-pessoas-que-ainda-nao-entenderam-como-funciona-o-tinder/

mas cuidado, lá também tem muita tosqueira braba.

Deixe uma resposta