A costura como herança, o cuidado entre linhas e a criatividade entre os dedos. A Com amor, Dora nasceu pela simples vontade de colocar a minha costura no mundo de uma forma criativa, colorida e aconchegante.

Dora

27 de abril de 2015

Amor Paciente

Dias de chuva dobram minha malemolência e minha carência. Fico tristinha por coisas que ainda não vivi, coisas que posso suportar, medos que nem sei que existem, mas não me desespero e feliz é homem que sabe chorar. Já tentei achar a solução quando tudo estava em seu lugar. Deixa estar. Sabe quando a gente cansa de querer alguma coisa, as pessoas (lê-se boys) tornam-se desinteressantes, conversar bobas tornam-se chatas e tudo que você quer está longe e com a cabeça em outro lugar que não seja em mim. Nunca fui mulher de esperar, paciente com o tempo. Sempre procuro caminhos para fazer e resolver, atropelo amores e caminhos, mas dessa vez veio diferente e eu não posso fazer nada. Achar quem me ame como sou está a cada dia mais difícil e árduo. Desisti de achar, pois acredito que achei e nem o tal sabe. Queria carinho e mimimi, queria tanta coisa. Assumo aqui a leve inveja de casais felizes que acordam com beijinhos e carinhos, eu tenho só a minha cama, meu café e minhas economias. Não sei até quando vai durar esse lampejo. Não tenho muito o que dizer, se começar a escrever o que realmente sinto sairei como uma moça babaca e cheia de estupidez para o mundo. Preciso ainda manter-me forte e seguir para um lugar que ainda não conheço, ou sei lá.

tumblr_mevabxh3J41rh1wxko1_500

Tags: , , , , , ,

Deixe uma resposta